Estudantes do Pina recebem formação para reconhecer abuso e exploração sexuais

Formação realizada pelo Cendhec com estudantes do Pina ajudou adolescentes a refletirem sobre as desigualdades de gênero

Formação realizada pelo Cendhec aborda abuso e exploração sexuais com estudantes do Pina

Ação acontece na próxima quarta-feira (18), Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

Elas lutaram pela abolição

Invisibilizadas nos livros de histórias, mulheres negras do período colonial desempenharam papéis de fundamental importância para a abolição da escravatura no Brasil

Ativistas de PE militam por uma Educação com mais igualdade para meninas

Paula Ferreira, Cássia Jane e Givânia Maria e Rogério Barata estão entre as/os 11 integrantes da Rede de Ativistas pela Educação do Fundo Malala

Pesquisa do Centro das Mulheres do Cabo retrata evasão escolar de meninas e jovens mulheres 

O diagnóstico contou com o apoio do Fundo Malala e teve aplicação protagonizada e conduzida por adolescentes

Pelas olhos de Salem

Pelas olhos de Salem

Cria da Rocinha, Salem tem 24 anos, é modelo, rapper, fotógrafa e idealizadora do @afotogracria. Com o perfil no Instagram, desde 2020, a fotógrafa retrata o cotidiano na comunidade, visando mudar a narrativa central de violência, a qual a favela do Rio de Janeiro...

Ei, tu gosta de HQ? 

Ei, tu gosta de HQ? 

Ditadura islâmica, machismo e opressão. A obra em HQ Persépolis é uma autobiografia da  que narra e ilustra a realidade do Islã pelos olhos da artista gráfica iraniana Marjane Satrapi. Lançado entre 2000 e 2004 por uma pequena editora independente da França, a...

Informação preta

Informação preta

Fundada em 1996, a Revista Raça é a maior revista impressa de conteúdo negro da América Latina. Focada na produção de conteúdo negro informando sobre negritude do Brasil e do mundo.  Os olhos da grande mídia estão frequentemente focados na branquitude e em...

Espaço Delas

O Breaking salvou San

Texto: Lenne Ferreira | Imagem: Divulgação

As tranças longas e esverdeadas são elementos que marcam a performance da b-girl San quando ela desenvolve as acrobacias características do Breaking. Aos 25 anos, a moradora da Iputinga, Zona Oeste do Recife, almeja chegar muito longe com o compasso das batidas de um gênero que ela teve contato pela primeira vez em 2010, por meio de um projeto escolar. Desde então, a dança, que é um dos fundamentos do movimento Hip Hop, virou companheira inseparável e sua ferramenta de elevação de autoestima e autoconhecimento.

ler mais…

Quem somos

Chegamos! Para provocar, desafiar e mover a estrutural desigualdade de gênero que segue tentando nos silenciar e invisibilizar. Afrontosas, reagimos! Não podemos permitir que se perpetuem as tantas violências que nos atingem desde muito cedo: nós meninas, jovens e mulheres. Afrontamos o racismo, a pobreza, o machismo, a intolerância religiosa, a discriminação de orientação sexual, a violência e o abuso sexual.

LEIA MAIS

Nossas redes

Inscreva-se em nossa Newsletter

Inscreva-se em nossa Newsletter

Inscreva-se em nosso mailing para receber notícias e ficar sempre atualizadx sobre nosso grupo

Você foi inscrito com sucesso!