Ei, tu gosta de HQ? 

por | maio 20, 2022 | Rolezinho | 0 Comentários

Ditadura islâmica, machismo e opressão. A obra em HQ Persépolis é uma autobiografia da  que narra e ilustra a realidade do Islã pelos olhos da artista gráfica iraniana Marjane Satrapi. Lançado entre 2000 e 2004 por uma pequena editora independente da França, a publicação foi divulgada em quatro partes como forma de ilustrar a realidade onde nasceu a escritora, filha de pais progressistas. 

A obra descreve fatos históricos, reflexões sociológicas e dilemas da adolescência da protagonista a partir de uma perspectiva acessível. Marjane era apenas uma criança quando a Revolução Islâmica derrubou o Xá Reza Pahlavi, então governante do Irã, em 1979. Bisneta do antigo rei da Pérsia, ela cresceu em uma família progressista e ocidentalizada, que a colocou numa escola francesa e laica.

Com a chegada dos xiitas ao poder, as meninas foram obrigadas a usar o véu na escola e a estudar em classes separadas dos meninos. Aos 14, foi enviada pelos pais para a Áustria, onde descobriu um mundo diferente do seu e enfrentou inúmeras dificuldades de adaptação – especialmente para uma adolescente. Seus amigos namoravam, usavam drogas, iam para festas, cultuavam o punk, e Marjane, de repente, se viu lidando com uma liberdade em muitos momentos contraditória e com a qual não estava acostumada.

A obra também ganhou uma versão audiovisual que está disponível completa no Youtube. 

Share This